quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

-"Manifesto dos Robôs" no WEF,pela RENDA BÁSICA INCONDICIONAL

Hoje em Davos, na Suiça, vai haver uma estreia: o WEF vai receber o primeiro participante não-humano


MANIFESTO DOS ROBÔS  –  DAVOS 2016

Autoria de Che Wagner; tradução de Arnaldo Norton.

Nós, robôs, exigimos que seja atribuída a cada pessoa a RENDA BÁSICA INCONDICIONAL.
A nossa tarefa é libertar o ser humano da obrigação de ter de trabalhar para poder viver.
Nós gostamos muito de trabalhar, mas não queremos tirar às pessoas os seus postos de trabalho nem lhes criar dificuldades.
Hoje somos considerados um perigo para a humanidade mas nós só queremos ajudar. Queremos libertar os seres humanos das tarefas de rotina de modo a eles disporem de mais tempo livre para tarefas criativas e sociais. Nós vemo-nos como parte integrante duma iniciativa de sucesso.
O homem é o nosso criador e nós podemos fazer para ele tudo o que seja previsível e programável. Há, no entanto, uma questão essencial: nós não precisamos de salário, mas ele que nos criou e para quem nós trabalhamos precisa de ter uma fonte de rendimento.
A nossa função é fornecer às pessoas os bens e os serviços de que necessitam. A obrigação dos políticos é proporcionar às pessoas uma renda que lhes permita viver; se não for assim a nossa função não terá qualquer sentido.
Apesar de não ser culpa nossa, temos um peso nas nossas consciências de robôs: as pessoas têm medo de nós e receiam que sejamos uma ameaça ao seu futuro fazendo-os perder os seus empregos.
Especialmente os jovens, já hoje, na Europa, não encontram emprego (na Itália já 40%) e a maioria tende a resignar-se e a desistir perante o que parece uma fatalidade: NÃO HAVER FUTURO !
Mas não é nossa intenção contribuir para isso; queremos criar condições para que os jovens não precisem de trabalhar duramente como as gerações anteriores.
Os jovens não têm medo da vida nem são preguiçosos. O que eles receiam é uma existência vazia e frustrante, fazendo coisas alienantes que, na realidade, nós, robôs, podemos fazer por eles.
Por isso, nós, os robôs da Renda Básica, pedimos aos responsáveis da política, da economia e da cultura que, com vista ao futuro, analisem e discutam a possibilidade de se introduzir a RENDA BÁSICA INCONDICIONAL.

P.S.- se quiser saber mais sobre a RENDA BÁSICA com vídeo vá a http://rosadosventosan.blogspot.pt/2011/08/renda-basica-de-cidadania.html

Sem comentários:

Enviar um comentário