quarta-feira, 9 de novembro de 2016

-"Pedro Teixeira, um dos portugueses a quem o Brasil deve a sua dimensão geográfica"

                                                   Estátua de Pedro Teixeira, em Cantanhede
O seu maior feito começou a 25 de julho de 1637, quando partiu de São Luiz do Maranhão chefiando setenta soldados e mil e duzentos remadores e flecheiros indígenas, em 45 canoas, numa expedição com o objetivo de subir o rio Amazonas para confirmar a ligação entre o oceano Atlântico e o Perú.
Pedro Teixeira cumpriu o objetivo e foi muito mais além, só terminando a viagem em Quito, no Equador; crê-se que com a finalidade de tentar deslocar para oeste a linha do Tratado de Tordesilhas.

As autoridades espanholas locais reagiram, houve escaramuças, mas Pedro Teixeira conseguiu fundar a cidade de Franciscana na confluência dos rios Aguarico e Napo conseguindo, desse modo, confirmar a posse dessas terras para o Brasil.

Mas, a contribuição que Pedro Teixeira deu para a dimensão do Brasil já vinha de muitos antes.

Em 1615, tomou parte na campanha para expulsar os franceses de São Luiz do Maranhão.

Após a expulsão dos franceses, fez parte de uma expedição à foz do rio Amazonas, com a finalidade de consolidar a posse dessa região. Dessa expedição resultou a construção do Forte do Presépio que deu origem à atual cidade de Belém do Pará.

Em 1625, lutou contra os holandeses que tinham ocupado um Forte no rio Xingu.

Nesse mesmo ano, tomou parte na luta contra os ingleses nas margens do rio Amazonas.

Como reconhecimento por sua extensa lista de serviços prestados na conquista da Amazônia brasileira foi agraciado com o cargo de capitão-mor da Capitania do Grão-Pará  em 1640.

Pedro Teixeira nasceu em Cantanhede (Portugal) em 1570 ou 1587 e faleceu em Belém em 4 de julho de 1641, ano e meio após a sua tomada de posse.

É a homens como este que o Brasil deve a sua dimensão !

É a homens como este que o Brasil e Portugal devem a grandeza da sua história !