sábado, 18 de março de 2017

- "O Império Otomano e os portugueses"

O Império Otomano foi um império fundado no fim do século XIII no noroeste da Anatólia, região a Oeste da Turquia asiática delimitada pelo Mar Negro a norte, pelo Mar Mediterrâneo a sul e pelo Mar Egeu a oeste. Em 1354, os otomanos invadiram a Europa e com a conquista dos Balcãs criaram um império transcontinental. Com a conquista de Constantinopla, em 1453, os otomanos puseram fim ao Império Bizantino.

O turco otomano era a língua oficial do Império. Era uma língua turcomana altamente influenciada pelo persa e pelo árabe. Os otomanos tinham várias línguas influentes: o turco, falado pela maioria das pessoas na Anatólia e pela maioria dos muçulmanos dos Balcãs, exceto na Albânia e na Bósnia; o árabe, falado principalmente na Arábia, no Norte da África, no Iraque, no Kuwait e no Levante e o árabe e o somali no Corno de África. O turco, em sua variação otomana, era uma linguagem militar e administrativa desde os primeiros dias do império. A constituição otomana de 1876 cimentou oficialmente o estatuto imperial oficial do turco.

A escravidão era uma parte da sociedade otomana, sendo que a maioria dos escravos eram empregados como trabalhadores domésticos. As escravas ainda eram vendidas no Império em 1908.  As políticas desenvolvidas por vários sultões durante todo o século XIX tentaram restringir o comércio de escravos mas, como a prática tinha séculos da sustentação religiosa, ela nunca foi abolida na relidade.
Sob Selim e Solimão, o império tornou-se uma força dominante naval,controlando grande parte dos mares Mediterrâneo e Índico. As façanhas do almirante otomano Hayreddin Barbarossa, que comandou a marinha otomana durante o reinado de Solimão, conduziu a uma série de vitórias militares sobre as marinhas cristãs.
Sofrendo severas derrotas militares no final do século XVIII e início do século XIX e na 1ª Guerra Mundial, o Império Otomano foi dissolvido.

Ascensão e queda do Império Otomano




Durante os séculos XVI e XVII, no auge de seu poder sob o reinado de Solimão, o Magnífico, o Império Otomano era um império multinacional e multilingue que controlava grande parte do Sudeste da Europa, da Ásia Ocidental, do Cáucaso, o Norte de África e o Corno de África, o que foi conseguido com a conquista definitiva do Império Mameluco. 
O Império Mameluco estendia-se desde o Egito, ao longo da costa ocidental do Mar Vermelho, até parte da Índia.
Estabelecidos no Corno de África e na Índia, bloqueavam as rotas de navegação e de comércio no Oceano Índico, o que fez com que o seu domínio fosse desafiado pelo crescente poder marítimo de Portugal. 
O confronto entre os dois impérios, conduziu, após várias contendas, à célebre Batalha de Diu, travada em 1509 entre a Armada Portuguesa da Índia e uma coligação de mamelucos e otomanos. A vitória dos portugueses pôs fim ao domínio mameluco e turco no Índico e contribuiu, em grande parte, para que o Império Mameluco fosse conquistado, definitivamente, pelo Império Otomano em 1517. 

Sem comentários:

Enviar um comentário